Proteção da vida, do patrimônio e do meio ambiente


BOMBEIRO DE SALINAS FAZ BALANÇO DA OPERAÇÃO FINAL DE ANO

14/02/2014 09:29

 

           

              O Corpo de Bombeiros de Salinas, realizou no período das festas natalinas e reveillon  operação final de ano, foram  65 militares empenhados nos diversos serviços, entre eles o de prevenção e combate a incêndio, atendimento pre   hospitalar e proteção balnearia por guarda vidas,  o período de natal foi considerado de pouco movimento, já o período de reveillon o município recebeu grande numero de visitantes, todas as praias estiveram lotadas e o Corpo de Bombeiros teve muito trabalho para evitar acidentes,     no dia da virada, foram vario os fogos de artifícios, muitos caíram em área de vegetação seca, o que contribuiu para o surgimento de focos de incêndios em diversas localidades,   duas viaturas de combate a incêndio tiveram muito trabalho para combater os incêndios, o 2º Sargento Savio, que comandava a guarnição de combate a incêndio conta que os engarrafamentos foram o principal obstáculo para a rápida atuação do Corpo de Bombeiros no combate aos incêndio, porque a viatura tinha pouca mobilidade, apesar dos problemas o militar informa que não houve incêndio considerado grave que comprometesse a vida e o patrimônio, isso graças a atuação eficaz da guarnição que se encontrava de serviço.

 

           O  Coordenador da Operação relata que este ano,  na estrada que da acesso ao município e na cidade de Salinas não houve acidente automobilistico grave e atribui a queda nos acidentes ao trabalho integrado entre os ogãos de segurança, principalmente ao Departamento de trânsito que nas operação integradas tem contribuído para diminuir o numero de acidentes automobilisticos. Nas praias o trabalho realizado pelos guarda vidas foi maior, pois conforme era previsto, o Banco Nacional de Dados Oceanográficos da Marinha do Brasil, registrou para Salinas mares com altura que variaram de 5.1 a 5.5 metros bastante agitadas na maior parte do tempo,  o que poderia gerar grandes transtornos aos proprietário de veículos que se encontravam nas praias do atalaia e farol velho, os guarda vidas tiveram muito trabalho para alerta-los e convencê-los a saírem da praia pelo menos quatro horas antes da preamar, momento que também foi proibido pela Policia Rodoviária Estadual o acesso de novos veículos as praias.

  

          Um momentos que mais mereceu atenção foi quando o guarda vidas CB BM BAENA, que se encontrava na praia do Maçarico, avistou um casal de alemães, que por não conhecerem o perigo existente nas praias, encontrava-se no limite entre as praias do maçarico e farol velho, do outro lado de um canal, aproximadamente dois quilômetros e meio, o militar percebendo que ali existe uma forte correnteza que iria aumentando de intensidade conforme o horário da mare de enchente, se deslocou ate o local e auxiliou o casou a abandonar a área, pois ali não e local coberto pelo guarda vidas e inapropriada para banho por ser uma área isolada e pouco frequentada por banhistas.

           O numero de ocorrências foi considerado pequeno, as ocorrências mais comuns foram acidente com animais marinhos, escoriações e pessoa perdia, na grande maioria crianças,  não houve afogamento de grau elevado, apenas alguns princípios de afogamentos foram registrados, isso graças a atuação dos guarda vidas que fizeram um excelente trabalho preventivo.

 

Texto e foto: 5ª Seção do 4º SGBM

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!